Clubhouse: o que sabemos sobre o aplicativo?

- Em - Redes Sociais

Já pensou um aplicativo onde toda a comunicação é feita por voz? Ele existe! 

Lançado no ano passado, o Clubhouse é um aplicativo criado por Rohan Seth, ex-funcionário do Google, e por Paul Davidson, empresário do Vale do Silício, com a proposta de desenvolver salas de bate-papo exclusivas para envio de áudio sobre todos os tipos de assuntos. 

O aplicativo ganhou notoriedade recentemente após o CEO e CTO da SpaceX, Elon Musk, participar de um bate-papo que teve recorde de participação e precisou ser transmitido via YouTube. Para se ter uma ideia, no Brasil, as buscas pelo Clubhouse saltou 525% entre 30 de janeiro e 6 de fevereiro. 

Atualmente a plataforma conta com mais de 6 milhões de usuários ativos e conta com a participação de celebridades, como Oprah Winfrey, Drake e Ashton Kutcher.

Como funciona?

Ao se cadastrar na rede, você preenche seu perfil, escolhe os assuntos do seu interesse e a plataforma te faz a sugestão de chats que você pode participar. Só é possível realizar a comunicação por áudio, não sendo permitido o envio de fotos e vídeos. 

Em salas de bate-papo maiores, o mediador fica responsável por liberar quem pode enviar áudios. Para controlar isto, a plataforma fornece o recurso de “levantar a mão”. Em salas menores, todos os participantes podem ficar com o microfone aberto, caso o moderador permita. 

É possível até 5 mil participantes em simultâneos em uma única sala, não sendo permitido gravar as conversas. Para participar da rede é necessário convite e, por ora, está disponível apenas para quem possui dispositivos Apple.

Será esta uma nova tendência para o mundo da Comunicação? 

Saiba mais: Como conseguir um bom rankeamento no YouTube?

Leia também: 8 curiosidades sobre o Instagram que você não sabia

José Henrique é Coordenador de Comunicação e Eventos do Conversa | Estratégias de Comunicação Integrada

Compartilhe nas redes sociais